Já to no Brasil, mas dá um confere aqui:

Dândi em Dublin

15 de agosto de 2018

Preview Renner Primavera - Verão 2019


Para a nova estação que se aproxima a Renner propõe uma trégua a ultravelocidade da vida urbana digital que acontece atualmente. Reconecte-se  com a natureza, com familiares, com amigos. É um momento de sentir.

Refletida no desfile de mais de 40 looks, complementado a um delicioso jantar entre amigos, os convidados puderam sentir um gostinho do que está por vir na Primavera e Verão 2019 da Renner, acentuados por uma belíssima apresentação ao vivo de Ney Matogrosso que arrepiou a plateia com vários hits.

Há diversas temporadas a Renner tem se destacado por trazer uma moda, fresca, usável e global. Nessa pegada, as matérias primas foram pensadas para ter um menor impacto ambiental.

Tons pastel, listras e estampas pontuaram o desfile com diversos looks acertados, frescos, divertidos, nem por isso menos sedutores. Truques de styling, como mangas longas ou casacos com bermudas, sugere que o verão vai te acompanhar desde a manhã até a noite. Além da feliz combinação de um layer listrado sob um peça mais estampada, finalizada com um jaqueta lisa. Eu gosto muito.

Confere abaixo, uma parte do desfile masculino. 






Imagens da Agência Fotosite e montagens Paulo Mamedes.

13 de agosto de 2018

Esmalte colorido para homens


Não é de hoje que alguns homens têm aderido à onda dos esmaltes coloridos, criando um novo hábito que vai além do costume de usar apenas base incolor. Famosos como Cristiano Ronaldo, Zac Efron, Johnny Depp, entre outros, já foram clicados com as unhas pintadas, quase sempre em tons escuros como azul, preto e até mesmo vermelho.

A inserção das cores nas mãos masculinas abriu novas e importantes conversas sobre padrões, mas, acima de tudo, se tornou uma grande tendência de moda, incentivando vários homens a fazerem algo diferente. Enquanto não temos demanda suficiente para lançamentos específicos, para esses homens ousados que já aderiram ou pretendem aderir aos esmaltes escuros, a Risqué indica duas de suas novas cores da coleção Novos Escuros Risqué: o preto chumbo metálico De Salto No Asfalto e o cinza arroxeado Chamei o Zeca Pra Sair. Tirando esses nomes que poderiam ter sido um pouco mais genéricos, é bem possível arriscar um novo look...

Com a participação do fotógrafo Beto Gatti, a campanha digital criada para o lançamento da coleção também reforça essa tendência. A nuance preto chumbo metálico "De Salto no Asfalto" aparece nas mãos de Beto, enquanto ele fotografa a noite paulistana.

À la Garçonne - 02/2018


Segundo a marca, À La Garçonne tem como inspiração além do próprio histórico da marca, todos os tipos de roupas íntimas, desde as do dia a dia, chegando até a lingerie noite. Além disso movimentos culturais e sociais importantes como dark, punk, rock, clubber entre outros. A noite também traz inspirações em filmes e personagens de terror, como vampiros e frankstein. 

Várias colaborações importantes tornam a coleção completa com roupas e acessórios para todas as ocasiões.

Alta malharia - À La Garçonne + Hering
Apparel - À La Garçonne + Dickies
Bolsas - À La Garçonne + Galpão Fashion
Calçados - Melissa / À La Garçonne
Caps / Apparel - À La Garçonne + New Era
Corsets / Jockstrap - À La Garçonne + Bold Strap
Lingerie - À La Garçonne + Hope
Meias - À La Garçonne + Puket

Confira o "See now, buy now" nos links acima!

Imagens: Zé Takahashi



6 de agosto de 2018

Billabong Lab anuncia Collab Especial Andy Warhol and Jean-Michel Basquiat


A Billabong LAB anuncia sua mais recente coleção apresentando os trabalhos colaborativos de Andy Warhol e Jean-Michel Basquiat. O estilo imprevisível e espontâneo de Basquiat colide com a abordagem colorida e ainda mais estruturada de Andy Warhol, para oferecer algo único, solto e livre. A Billabong LAB oferece uma visão completamente nova das peças com artes colaborativa entre dois verdadeiros ícones.


A coleção se estende através de Boardshorts, Bikinis, camisetas e acessórios para homens e mulheres.

A coleção continua o romance underground que Warhol teve com a comunidade de surfistas e a influência dinâmica que Basquiat teve na cultura jovem. Ele vem através da Billabong LAB, uma divisão da empresa que apóia artistas, músicos, designers, fotógrafos e ícones do surfe, a Andy Warhol Foundation for Visual Arts, uma organização sem fins lucrativos reconhecida como uma das principais financiadoras da arte contemporânea na Estados Unidos e, a Artestar, uma agência global de licenciamento e consultoria criativa que representam artistas, fotógrafos, designers e criativos de alto nível.






3 de agosto de 2018

Levi's® Vintage Clothing se inspira no filme Rockers


Às vezes, a melhor maneira de entender a cultura americana é vê-la retratada através das lentes de um lugar e pessoas completamente diferentes. Para Levi's® Vintage Clothing Primavera/Verão 2018, essa lente é o filme jamaicano Rockers, de 1978, e os estilos coloridos dancehall e reggae inspirados nos roqueiros jamaicanos daquela época. Durante a década de 50, os jamaicanos viajaram para os EUA para comprar discos de Rhythm and Blues e, durante esse período, vivenciaram parte da última moda nos Estados Unidos. Quando os anos 60 deram lugar aos 70, e com a música ska e rocksteady se transformando em dancehall e reggae, surgiu um estilo distinto jamaicano de roupas que misturava workwear, sportswear e peças customizadas. O resultado é uma mistura colorida de jeans e Truckers, knit tees e camisetas dos anos 60, calças Sta-Prest, malhas estampadas e jaquetas casuais.

Essas fotos estão maravilhosas, não me canso de olhar e perceber cada surpresa na estética e cada detalhe das roupas incríveis! 


Junto com o Rockers, a temporada Primavera/Verão 2018 também foi inspirada pela viagem à Jamaica do designer-chefe de Levi's Vintage Clothing, Paul O'Neill, e pelos personagens coloridos que ele conheceu durante suas viagens - alguns dos quais até apareceram no filme original. A coleção resultante é o que O'Neill chama de "uma mistura de roupas americanas clássicas com roupas masculinas dos velhos tempos da Jamaica". Isso inclui jeans regulares, camisetas e Jaquetas Trucker, além de camisas de malha dos anos 60, camisas de manga curta estampadas, calças STA-pressed, saias jeans e até mesmo uma flare estilo anos 70 (que, ao contrário das calças "boca de sino" da era hippie, abrem a partir da coxa ao invés do joelho).

Um destaque especial nesta coleção é o corduroy, usado em uma calça skinny Sta-prest, um jeans de 14 linhas, um jeans de 4 linhas extra grosso e uma jaqueta Trucker com patchwork de 11 cores diferentes. Por falar em cores, a paleta desta temporada usa fortemente os tons terrosos dos anos 60 e 70, com ferrugem, ouro e verde escuro destacando-se ao lado dos clássicos tons índigo e azul-escuro. 

Assim como o reggae, Levi's® Vintage Clothing Primavera/Verão 2018 é uma mistura clássica do estilo americano, dos anos 60 e 70 e do estilo descontraído da ilha.










BOSS apresenta Stretch Tailoring


A BOSS apresenta sua mais recente inovação em alfaiataria. O Stretch Tailoring proporciona extrema mobilidade e liberdade de movimentos graças aos confortáveis tecidos que compõe os ternos, tanto na parte de dentro, quanto na parte de fora. A ideia é facilitar o movimento que atende às necessidades do homem moderno.

Para destacar o lançamento, o campeão mundial de boxe Anthony Joshua ilustra à campanha dominando sua arte, usando o terno da BOSS, mostrando a mesma facilidade de movimentos que ele teria se não estivesse vestindo-o.

Os ternos da linha BOSS Stretch Tailoring têm corte ajustado contemporâneo com mix de lãs virgens com stretch natural. Trabalhado com lapelas entalhadas e bolsos flap, os ternos são forrados com tecido de seda e, coordenados com calças slim leg, garantem look refinado.

Vans e o Van Gogh Museum


A Vans e o Van Gogh Museum apresentam uma coleção em parceria, desenvolvida utilizando as obras-primas de Van Gogh nos Classics da Vans e em opções especiais de vestuário e acessórios, disponíveis no mundo inteiro. 

“Caveiras”, “Amendoeira em Flor”, “Girassóis” e o auto-retrato de Van Gogh são celebrados em uma ampla coleção da Vans, apresentando algumas das passagens mais memoráveis de Van Gogh em uma maneira nova. Cada uma dessas obras terão sua representação em modelos clássicos e em itens de vestuário exclusivos, com detalhes sutis da interpretação da Vans nas obras de Van Gogh.


“Nós gostamos muito da coleção Vans x Van Gogh Museum, por seguir com nossa missão de manter a vida e obra de Vincent van Gogh acessível para o máximo de pessoas possível, para enriquecer e inspirar as pessoas” diz Adriaan Dönszelmann, da diretoria do Van Gogh Museum. “Ao unir as icônicas obras de arte de Van Gogh com os clássicos modelos da Vans, nossa parceria dá vida à arte “Off The Wall” de Vincent em um novo mundo e audiência fora do nosso museu”.


Cada modelo da coleção Vans x Van Gogh é completa com palmilhas personalizadas que replicam os memoráveis traços de Van Gogh e são finalizadas com o logo Vincent x Vans.

A coleção Vans x Van Gogh Museum estará disponível no mundo inteiro, inclusive no Brasil, a partir da segunda quinzena de Agosto, em vans.com.br e em revendedores autorizados no Brasil.





2 de agosto de 2018

Aramis apresenta novo conceito



A Aramis, super parceira nossa aqui do Dândi Moderno, reinaugurou a sua loja localizada no Iguatemi São Paulo apresentando seu novo conceito. O espaço foi modernizado e traz um ar mais clean para melhorar a exposição de peças e oferecer mais praticidade e conforto durante a experiência do cliente dentro do espaço.

A loja aposta na tecnologia para agilizar a experiência de compra, será a primeira da rede sem balcão caixa, operando exclusivamente via tablets e smartphones para finalização das compras. Também conta com uma tela digital com tecnologia Signage Ultra Stretch, para apresentar as coleções, conteúdo e novidades da marca.

A atualização da loja do Iguatemi São Paulo faz parte da modernização da marca, já iniciada em sua comunicação e desenvolvimento de produtos, que se conectam e dialogam com o novo momento do homem contemporâneo. Nós adoramos a Aramis!



43a. Casa de Criadores - Dia 3, 4 e 5

 Diego Fávaro

A 43a. Casa de Criadores continuou trazendo propostas muito interessantes, usáveis* e com uma pegada incomum, presente nos tecidos ou nos shapes propostos, como por exemplo, a quase inexistente apresentação de calças mais ajustadas ao corpo. Sim, o shape está mais amplo e confy de uma maneira geral. Isso, obviamente não significa que o legado das skinnys está perto do fim, até porque os homens não tem muita amplitude de proporções suficientes para se dar ao luxo de deixar de usar coisas que caíram em seu gosto por um tempo. 

* Usáveis: os looks apresentados se baseiam na premissa do desfile, normalmente mais carregado, com o conceito de fashion show, mesmo com esse aspecto, é possível reconhecer que as peças, talvez em uma produção mais básicas são bastante comerciais.


Além disso, a divisão entre tecidos de malha para looks mais casuais, esportivos dividiram o espação com a utilização de tecidos mais nobres, em looks elegantes porem em peças originalmente conflitantes com esse conceito, bermudas ou regatas elegantes são termos bem contraditórios, mas que com o tecido mais alinhado fica mais perto desse objetivo.

Os macacões também acabaram se destacando com propostas em diversas marcas, o mesmo aconteceu com o xadrez e as listras em preto, branco e vermelho.

O minimalismo de shapes inteligentes e cores básicas fez um excelente contraponto ao oversized em malharia super colorida. 


A Moda Masculina está cada vez mais democrática ao mesmo tempo em que entrega mais informação de moda para os consumidores. 

Alex Kazuo, apresentou uma inédita (pelo menos pra mim) coleção masculina com muita propriedade e elegância, com looks e peças que são interessantes e muito bem executadas.

O conceito de storytelling também permeou com força as coleções masculinas, destaques óbvios para Felipe Fanaia com a temática emo (que desfilou no segundo dia da casa), e Igor Dadona que desviou seu lado sombrio para uma acertada coleção leve, fresca e colorida!

O minimalismo com shapes perfeitos da Saint Studio foi um espetáculo (e respiro) que se destacou em toda a "loucura" que é uma Casa de Criadores, tecidos nobres, cortes impecáveis e acabamentos perfeitos, trouxeram um desejo imediato e incontrolável por cada peça.


 Alex Kazuo

 Caroline Funke

 Diego Fávaro

 Igor Dadona

 Igor Dadona

 Rafael Caetano

 Saint Studio

Saint Studio

Imagens: Marcelo Soubhia/FOTOSITE / Montagem Paulo Mamedes

31 de julho de 2018

Café Verde é a nova aposta da L’Occitane au Brésil

A L’Occitane au Brésil traz o lançamento da linha Café Verde, cuja inspiração veio da energia que o café proporciona para os brasileiros todos os dias.

O lançamento traz o óleo do café verde, estágio do grão de café arábica que ainda não passou pela torra, e proporciona praticidade para a rotina de cuidados dos homens. Após testes com o óleo da semente madura e sem torra, descobriu-se que ele promove energia¹ útil para ajudar a melhorar a qualidade e o metabolismo da pele.

O destaque da linha fica por conta do inovador Gel Hidratante Matificante 5 em 1 Café Verde que reduz a oleosidade da pele, mantendo-a sob controle até o final do dia², protege contra os raios UVA e UVB graças ao FPS 20 e proporciona sensação refrescante e energizante². A linha conta também com a Deo Colônia Café Verde; o Shampoo Multibenefício Café Verde, que pode ser usado na limpeza do corpo, rosto, cabelo e barba; o Desodorante Café Verde e o Sabonete Perfumado Café Verde.

Todos esses produtos têm uma fragrância aromática amadeirada que traz folhas de limão e ruibarbo nas notas de saída. Além disso, as notas de meio são compostas por cardamomo e folhas de violeta. Já as notas de fundo contêm cedro e sândalo.

‘’A linha Café Verde traz inovação para a rotina diária de cuidados dos homens e atende um público que está sempre em busca de praticidade, por isso, é o presente ideal para este Dia do Pais’’, afirma Victoria Gallo, diretora de marketing da L’Occitane au Brésil.

Os produtos já estão disponíveis nas lojas físicas e virtual da marca.

¹Benefícios atribuídos ao óleo de café verde / Teste in vitro.
²Teste em uso com 30 voluntários por 28 dias.

25 de julho de 2018

43a. Casa de Criadores - Dia 2


Ontem estive pessoalmente no segundo dia da 43a. Casa de Criadores, que nessa edição acontece no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo (MAC), pude conferir que no quesito estrutura foi dado um passo realmente importante tanto no espaço em si, quanto no conforto para os estilistas e para os convidados, o backstage ficou em um espaço amplo e arejado, e um outro exemplo são as filas em formato de arquibancada que facilita o acompanhamento do desfile até as últimas filas, o que ficou a desejar foi a parte de venda de bebidas, resumido a um único carrinho, com muita fila e pouca opção, ou seja, leve sua aguinha de casa.

As grifes que apresentaram propostas de looks masculinos mais próximos da realidade foram a Another Place, que buscou retratar as vontades da Geração Z, principalmente na internet. Os looks são facilmente transportados para as ruas, muitos já estão a venda a partir do instagram da marca.



O desfile de Felipe Fanaia, trouxe uma interpretação atual sobre a estética EMO e o que ela representou para toda uma geração, colocando pra desfilar ícones daquele período e um pocket show do Quebrada Queer, com alguma limpeza de styling também conta com peças bastante desejáveis e comerciais. As bolsas da oJAMBU também deram lindamente as caras no desfile.
Vamos ver o que os desfiles de hoje nos reservam.


As fotos são de Marcelo Soubhia/FOTOSITE e a montagem é exclusiva aqui para o Dândi Moderno.

Editor

Minha foto
São Paulo, Brazil
PÓS-GRADUADO EM MODA E CRIAÇÃO - Faculdade Santa Marcelina - SP personal stylist, CONSULTOR DE MODA e editor de moda