SPFWN44 - Amo Moda Amo Brasil

Já estávamos super ansiosos pela liberação desse calendário, e ontem no final da tarde chegou o e-mail com essas informações, o São Pa...

11 de abril de 2014

Rolou pegadinha no desfile do Herchcovitch


O desfile foi maravilhoso! Sim, confesso essa foi a minha primeira reação ao terminar de assistí-lo (de um local não muito confortável, nem tão pouco glamouroso da sala de desfiles lotadíssima) sem muito me apegar aos motivos e justificativas que o estilista poderia ter imaginado transmitir ao escolher cada elemento do desfile para ser apresentado exatamente da maneira como o fez!

Daí que num segundo momento, você também acha fod*** no sentido positivo feat rock n' roll da palavra ele ter colocado um casting 100% negro, daí você já escorrega para a terceira conclusão, páh, inspirado nos Sapeurs do Congo, aquele ode a elegância e bem vestir tão característico desse povo africano.

Pééééé, por sorte, eu digo, muita sorte, eu acabei esbarrando em uma crítica que a Jojo Souza professora da FASM (e minha amiga na rede social) fez no Facebook de acordo com seu referencial teórico que não é pequeno, em que o Maurício Ianes, famoso stylist que trabalha há mais de 20 anos com o Hercovitch, comentava que "A coleção foi inspirada em uma comunidade na África que se chama Sembi", e continua "que foi colonizada por ingleses/escoceses, e que se apropriou das saias kilt como traje para as suas cerimônias cristãs (vítimas da colonização ocidental, se tornaram cristãos)"! #chocado #checkinnochão

Eu juro que tentei pesquisar sobre os Sembi, mas não consegui por isso assumi a explicação dele como verdade.

Além dessa "pegadinha", com certeza não foi intencional, mas acredito que muitos embarcaram na inspiração Sapeur, o Hercovitch ainda inclui modelos femininos para desfilar e as meias esportivas não eram meias e sim leggings.

O que eu posso concluir de tudo isso é somente uma coisa, dá muito prazer ser "enganado" por estilistas bons que conseguem trazer algo além do senso comum para os desfiles, para a vida, principalmente para quem acompanha moda há tanto tempo e realmente está cansado da mesmisse.

Se a coleção é comercial o bastante para cumprir seu papel, serem vendidas e dominarem as ruas, só o tempo e o consumidor brasileiro vai dizer! É claro que eu tive vontade de possuir diversos looks e usar peças em combinações próprias...  mas já ouvi muitos "homens médios" dizendo... mas essas saias aí são só para o desfile, né? O que me rende altos papos com eles...

Enfim, Herchcovitch confirmando pra (e dançando kuduro na cara da) sociedade porque ele está no seleto rol dos estilistas mais interessantes do mundo! Foi um prazer estar lá e assistir ao desfile!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe a sua opinião!

Pessoal os comentários são moderados, só aparecem após aprovação. Obrigado por participar!

Editor

Minha foto
São Paulo, Brazil
PÓS-GRADUADO EM MODA E CRIAÇÃO - Faculdade Santa Marcelina - SP personal stylist, CONSULTOR DE MODA e editor de moda