James Franco é o novo rosto da Coach

James Franco é anunciado como new face da ‘Coach For Men’, a nova fragrância masculina que será lançada em Setembro. Ator, diretor, es...

25 de julho de 2013

Música e Moda

Onipresente em um mundo que valoriza mais o que se vê do que o que se ouve, a música se torna um agente invisível, influenciando nossos pensamentos, personalidade e sentimentos, enquanto se esconde na planície daquilo que é visível aos olhos. Já a moda, é uma das marcas mais visíveis que temos na sociedade contemporânea para expressar também a escolha de estilo de vida, identidade, sentimentos e personalidade.

Michael Jackson

Música e moda andam juntas. São duas indústrias diferentes que se assemelham e se originam dentro de comunidades criativas globais fragmentadas e multifacetadas que prosperam na circulação continua de ideias e inovação. Formas de arte com o mesmo propósito: retratar de maneiras diferentes nossas expressões e pontos de vista.

Como dedicamos mais atenção ao que vemos e raramente ao que ouvimos, o jeito foi a música se unir a moda para que também fosse vista. O que contribuiu muito para isso foi o surgimento da MTV em 1981. Mas nós vamos falar disso mais tarde. Neste post, vamos para o fundo do baú resgatar as principais tendências e os músicos que fizeram a parceria Música+Moda dar certo.

The Beatles

Muito antes do surgimento da MTV a música já influenciava a maneira de se vestir das pessoas. Na década de 1920 o Jazz era o ritmo e Louis Armstrong atraia multidões. Foi uma década de elegância, um tempo de criatividade onde a moda consistia em ternos e vestidos. O tempo foi passando, novos gêneros musicais surgindo e novos artistas criando tendências.

Cena Jazz de 1920

Década de 1950 e era a vez do Rock and Roll vir à tona e Elvis Presley seu topete, grandes costeletas e jaquetas de couro remexer os quadris “como um demônio” como as pessoas na época diziam. 

Elvis Presley

Em 1960 os Beatles saíram de Liverpool para o mundo com jaquetas de couro, mas o empresário dos garotos percebeu que todas as bandas da época usavam jaquetas de couro, então colocou ternos de alfaiataria nos garotos.  O corte de cabelo que eles usavam, já era popular na França e usado por homens e mulheres antes deles fazerem sucesso, mas o mundo conheceu e desejou através dos Beatles.

The Beatles

Década de 1970. Rica culturalmente e composta por movimentos jovens que refletiram na moda. Bem no comecinho dessa década colorida, surgiram os hippies. Jovens americanos impulsionados por músicos contestando a sociedade, seus valores tradicionais e pregando paz e amor com cabelões e headbands, calças boca de sino, com ou sem sandálias, roupas com estampa paisley ou batik, entre outros.

Woodstock e os Hippies de 1970

Um pouco mais tarde a porta da extravagância do Glam Rock foi aberta e era a vez de David Bowie fazer sucesso. Um camaleão que mudava constantemente seu estilo, com figurinos criados por ele, cabelos exóticos, coloridos e muita maquiagem. A androginia começa a aparecer e anos mais tarde seria levada as últimas consequências chocando a sociedade.

David Bowie

Ainda na década de 70 surgiu o fenômeno Disco Music. Gênero que foi levado às telas do cinema com “Embalos de Sábado à Noite”, estrelado por John Travolta dando destaque a camisas de poliéster com colarinhos grandes e calças bocas de sino.

John Travolta em “Os Embalos de Sábado a Noite”

Com alfinetes, lenços nos bolsos traseiros das calças jeans, calças rasgadas, pretas ou justas, jaquetas com rebites, coturnos, e cabelo moicano, os Punks também ficaram bem populares nos anos 70.

Punks do final da década de 1970

Chegamos aos anos 80.  Surge a MTV. O primeiro canal de TV a Cabo exclusivamente dedicado a música que até hoje é um dos mais assistidos nos EUA. A MTV fez com que as pessoas pudessem ver a música que elas ouviam no rádio. De repente a música se tornou comercializável e os videoclipes se tornaram o carro chefe desta indústria. Artistas como Michael Jackson e Madonna se tornaram nomes conhecidos graças a MTV. O que eles usavam em performances ou videoclipes virava tendência entre jovens e adultos. Impossível esquecer a jaqueta vermelha de Michael Jackson nos clipes de "Beat It" e "Thriller", ou Madonna cantando “Like a Virgin” rolando no chão e vestida de noiva no primeiro Video Music Awards em 1984.

Madonna no primeiro VMA, Cindy Lauper em uma campanha para MTV e Michael Jackson em “Thriller”

A influência da música na moda é uma das mais importantes e a mais óbvia de todas. A maioria dos adolescentes tentam se vestir como seus músicos preferidos. Muitos músicos hoje lucram com isso criando suas próprias coleções de roupas e abusando desse “casamento” da música com a moda. Prova de que isso da certo é a parceria milionária da Adidas com o Run DMC no final da década de 80. Os adolescentes americanos ficaram enlouquecidos com o modelo Adidas Superstar usado pelo grupo de hip hop e alavancaram as vendas da marca alemã que era pouco conhecida nos EUA.

Run DMC e a parceria milionária com Adidas

Impossível esquecer da década de 1990 quando Kurt Cobain, líder do Nirvana popularizou o grunge. Roupas compradas em brechó e camisas de flanela faziam parte dos looks. Cool era aparentar ser desleixado.


Nirvana e Kurt Cobain

Nos anos 2000 ao contrário do que as pessoas imaginavam anos antes, não estávamos vestidos com roupas espaciais. A moda e a música só recapitularam o que viveram até aqui. Ambas hoje trabalham com tendências e referencias. Além disso, tivemos a releitura de peças existentes desde o início do século passado. As tribos urbanas cresceram e passaram a se respeitar dividindo hoje o mesmo espaço. Ficamos divididos em dois perfis: os que seguem as tendências da moda e os que subvertem essas regras com estilo e atitude.

Por Gustavo Topolansky, 21, estudante de design gráfico, vive em São Paulo, e acredita que é possível conhecer uma pessoa pelo sapato que ela calça. Escreve quinzenalmente, às quintas, aqui no Dândi Moderno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo e deixe a sua opinião!

Pessoal os comentários são moderados, só aparecem após aprovação. Obrigado por participar!

Editor

Minha foto
São Paulo, Brazil
PÓS-GRADUADO EM MODA E CRIAÇÃO - Faculdade Santa Marcelina - SP personal stylist, CONSULTOR DE MODA e editor de moda