23 de março de 2012

A Moda em tempos de iminência de crise


Todo mundo concorda que a Europa, muito mais que os Estados Unidos, é o berço da moda masculina. Quase 99% das tendências, propostas e inovações vem de lá. Também não é segredo para ninguém que a Europa tem sofrido com a iminência de uma crise generalizada na zona do Euro. O que pouca gente consegue enxergar é que os fatores macroeconomicos e financeiros dos paíse interferem na Moda, e por consequência na Moda Masculina.

Quando a situação está tensa, como visto atualmente, com a crise anunciada na Grécia, e todos os países da zona do Euro se mobilizando para tentar reverter e contornar a situação, as marcas e seus estilistas só tem dois caminhos a seguir:

Discrição: nessa estratégia você usa elementos do minimalismo, aproveita o gancho do retorno da estética dos anos 90 (quem nasceu primeiro?), da busca por formas clássicas e atemporais, shapes mais secos e rentes ao corpo para gastar menos tecido. Com isso você pode mesclar as peças que você já tem no guarda-roupa sem parecer desantenado, ao mesmo tempo em que você não torra o seu dinheiro em "superfluos". E há uma inconsciência coletiva de que é chique não ostentar... principalmente entre os povos latinos.

Ostentação: Por outro lado, a ostentação é uma estratégia deliciosamente maligna, em que as marcas querem dizer, gritar e esfregar na cara de todo mundo que a crise não existe, ou se existe não vai me atingir, vou gastar mesmo e vou ostentar. Nesse caso tecidos caros, couro, peles, materiais e acessórios sofisticados dão as cartas e aparecem de todo jeito inclusive misturados de forma pouco usuais, pele com couro, lã com couro tingido, etc... Jóias e acessórios dourados também estão muito em evidência. Acabamentos brilhantes nos sapatos e cintos também são vistos e bem-vindos!


E vocês que estratégia vocês usariam para escapar da crise? Embora muitos dizem que o Brasil não será atingido nas mesmas proporções, será bacana usar os seus recursos financeiros com moderação, não acham?

3 comentários:

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos. (Fernando Pessoa)

Deixe a sua opinião!

Editor

Minha foto
São Paulo, Brazil
PÓS-GRADUADO EM MODA E CRIAÇÃO - Faculdade Santa Marcelina - SP Já realizou trabalhos como personal stylist, CONSULTOR DE MODA e colunista de moda