SPFWN44 - Amo Moda Amo Brasil

Já estávamos super ansiosos pela liberação desse calendário, e ontem no final da tarde chegou o e-mail com essas informações, o São Pa...

4 de maio de 2010

Pega ou não pega?

É muito recorrente nas rodinhas que discutem Moda, o assunto quase invariável é o “Será que tal proposta pega ou não pega?” Na Moda Masculina não podia ser diferente, ou melhor, é diferente sim. Essa discussão é ainda mais acalorada, com muitos argumentos contrários a tudo o que é inovador, diferente ou estranho.

Qualquer um pode perceber que a criação da moda masculina, esbarra nas limitações físicas do corpo humano e quais técnicas serão utilizadas para cobrir esse corpo. Um tronco, dois braços, duas pernas, um pescoço, etc...

Construir novas propostas sobre um corpo que não muda e que já há tempos vem sendo alvo de propostas e invenções é um trabalho que se aproxima cada vez mais do impossível.

Além disso, a cultura ocidental tende a não aceitar a confusão entre os gêneros que podem acontecer com a aceitação de algumas propostas, embora em muitas culturas, espécies e afins é o macho que se enfeita.


Algumas propostas não pegam ou dificilmente irão pegar!

Esse é um trabalho lento, difícil, mas essencial para a evolução e para a própria sobrevivência da própria Moda. O processo é o seguinte, grosso modo, uma proposta é lançada, é aceita por um grupo pequeno, é aceita por um grupo maior, “envelhece”, vira clássico ou cai em desuso, abre espaço para uma nova proposta e assim por diante! E eu sempre torço para que as propostas peguem logo, para que esse ciclo seja mais rápido!

Por isso eu luto para valorizar os criadores ousados, as pessoas inovadoras e que não tem medo de pagar o preço de ser inovador!


 
Outras já praticamente são clássicos, parece que sempre existiram!
 
Dificilmente conseguimos agradar a todos, então o mais importante é agradar a pessoa mais importante: nós mesmos. Se por um lado não podemos nos omitir perante ao novo pelo medo da reação das outras pessoas, não é por conta de textos como esse que devemos ser uma fantasia modernosa de nós mesmos.


Respeitar-se é mais importante que ser estiloso ou que ser aceito pela maioria.

Abraços,

Paulo Mamedes

Imagens: Mário Queiroz, Alexandre Herchcovitch, Reserva e Ellus.

6 comentários:

  1. shorts incrível do Mario hein? quero um rs.. dessa tendências só não provei da megging.. mas tenho vontade rs..

    ResponderExcluir
  2. Queria um short desse, mas penso que pra usar precisa ter uma coxa/perna mais grossa, como a do modelo da foto. Deep V acho muito feio. O slim fit veio pra ficar e a megging/leggind masculina acho que vai demorar um pouco, pelo menos aqui.

    ResponderExcluir
  3. Estou passando nos blogs e sites da antiga Campanha GLBT pedindo para, quem puder, incorporar o vídeo que eu participei na Manhã Gazeta com o tema "Saindo do Armário" e mostrar ele para seus leitores e amigos. Se puder ajudar, ótimo. Se não, tudo bem também. Não quero atrapalhar "suas pautas" ou o "tema do seu blog". Ta bom? Mais info aqui: http://fabricioviana.com/video-saindo-do-armario-blogs-sites-gls/

    ResponderExcluir
  4. muito bom Paulo! acho super bacana quando surgem prospostas novas e com senso, acho incrivel como na moda feminina todo mundo acha tudo coeso e pra nós o conceito fica bizarro, sem bem que o povo ja ta aceitando melhor né? abraços!

    ResponderExcluir
  5. já dizia o grande Nelson Rodrigues ( q aliás se vestia bem na moda nos 70, com akeles ternos amarelos e pata de elfante, hihi): Toda unanimidade é bura; então, se vc tem a oportunidd de priorizar o novo, a tendência: não se iniba! Lembrando claro que o bom senso antes de tudo!

    e eu amo gola V desde criancinha, me senti tão bem em ver q ela proliferou por aí!

    bisous, adorei seu blog!
    =D

    ResponderExcluir

Seja bem vindo e deixe a sua opinião!

Pessoal os comentários são moderados, só aparecem após aprovação. Obrigado por participar!

Editor

Minha foto
São Paulo, Brazil
PÓS-GRADUADO EM MODA E CRIAÇÃO - Faculdade Santa Marcelina - SP personal stylist, CONSULTOR DE MODA e editor de moda